Medicina Integrativa

A Medicina Integrativa pode ser entendida como a “combinação” da medicina convencional com a medicina complementar, com base em evidências científicas e com a finalidade de oferecer maior variedade de opções terapêuticas aos pacientes.

 

A Medicina Integrativa tem uma abordagem holística do ser humano. Ou seja: ele é visto como um conjunto único, que integra corpo físico, mente, espírito e suas interações com o mundo. Assim, as doenças são vistas como um desequilíbrio nesse sistema complexo. Por isso, o tratamento de doenças deve ser feito levando em consideração não apenas o órgão ou sistema que revela o desequilíbrio, mas a pessoa como um todo.